[PDF] ✎ O Pintor Debaixo Do Lava-Loiças ✐ Afonso Cruz – Golanvideoagency.info

O Pintor Debaixo Do Lava-Loiças o segundo livro que leio de Afonso Cruz e come o a recear que a obra Para onde v o os guarda chuvas tenha colocado a fasquia demasiado alta Muito mais condensado, metaf rico e imag tico, para mim foi apenas um livro interessante , onde numa frase ou outra reconhe o o Afonso Cruz a que me habituei na leitura anterior.Considerei que o mais interessante foi o facto de nos ser dado a conhecer que esta narrativa se baseia em factos reais, uma vez que os av s do autor abrigaram realmente um pintor judeu, que garantiu a sua liberdade ao ficar escondido debaixo do lava loi as, durante meses a fio, no decorrer da II Guerra Mundial Deixo aqui uma das frases de que mais gostei, na qual muitos leitores se rev em A ltima p gina de um livro a primeira do pr ximo. Primeiro, arrepiei me Depois, quando virei a p gina, perguntei acabou H livros que terminam assim, num arrepio tremendo por tudo acabar t o irremediavelmente inacabado Um bom livro e uma boa homenagem a Ivan Sors. Este Afonso Cruz d cabo do meu cora o . . . Incr vel A altura de um homem depende dos livro que lhe serviram de base. Podei tudo na minha vida, como fez Gauguin Sabia que ele abandonou a fam lia para ir para Paris e tornar se pintor Tenho tido pensamentos contradit rios e alguma vontade de que a rvore cres a para os lados, com folhas verdes e v rios ramos e, quem sabe, flores e frutos p gs 161 162 Em O pintor debaixo do lava loi as conhecemos Jozef Sors, um pintor eslovaco, nascido no final do s culo XIX e que sempre acreditou que a sua vida e ele pr prio tinham que ser como uma rvore, completamente vertical e despida de ramos, flores e frutos S assim o seu trabalho como pintor faria sentido e poderia acontecer Tenta, como fez Gauguin, desprender se de todos os la os emocionais, perde o pai, desvincula se da m e e os poucos amigos ou se afastam ou s o deixados para tr s Ruma para v rios espa os, cidades e pa ses e termina na Figueira da Foz, em plena Segunda Guerra Mundial, debaixo de um lava loi as Resumidamente, esta a trama da obra, mas o que realmente me aqueceu o cora o e me voltou fazer cair o queixo perante a genialidade do autor foi a sua escrita, a magia que ele coloca na constru o de uma simples frase e, mais uma vez, a coexist ncia da palavra com um lado gr fico que casam de forma perfeita Voltei a assinalar in meras passagens, rendi me de novo prosa cruziana, enfim, criatividade e beleza que assistem s suas palavras e ideias.Foi uma leitura r pida, mas absorvente Confesso que a parte final me aqueceu mais do que a parte inicial, principalmente por causa do que revela a cita o com que abri esta opini o e tamb m pelo que e n o estou a spoilar , basta ler a sinopse o autor partilha connosco no ep logo e que esteve na base desta obra As viv ncias com os seus av s que, como bvio, abrem uma saudade em mim que nunca se esfumar , tocaram me e fizeram me sentir ainda mais pr xima deste autor que j ocupa um cantinho muito especial nas minhas prefer ncias.NOTA 09 10Opini o completa em Opini o Falar sobre alguns livros consegue ser uma tarefa dif cil, quase ingrata, por n o nos sentirmos altura de dissertar sobre a mesma Cada vez mais, seja a ltima obra lan ada ou uma das mais antigas, escrever sobre os livros de Afonso Cruz torna se um desafio J n Esta Historia A Ade Y Desborda Fantas A, Pero Se Basa En Una Historia Real Afonso Cruz Inventa Los Hechos Vividos Por Sors, Un Pintor Que Vivi Debajo Del Fregadero De Sus Abuelos Su Familia, Su Amada, Sus Amigos Y Sus Protectores, Las Dos Guerras Mundiales Que Azotaron Europa, La Huida A Los Estados Unidos Y El Regreso A Un Viejo Continente Infestado De Ideales Nazis Con La Esperanza De Reencontrar A Su Madre El Relato De Cruz Contiene Verdades Universales Distintivas De La Mejor Literatura, Y Al Mismo Tiempo Nos Conmueve Y Nos Conquista A Trav S De Su Imaginaci N Y Su Manera De Narrar


About the Author: Afonso Cruz

Nasceu em 1971, na Figueira da Foz e estudou nas Belas Artes de Lisboa, no Instituto Superior de Artes Pl sticas da Madeira e na Ant nio Arroio escritor, m sico, cineasta e ilustrador.Escreveu seis livros A Carne de Deus Bertrand , Enciclop dia da Est ria Universal Quetzal Grande Pr mio de Conto Camilo Castelo Branco 2010 , Os Livros Que Devoraram o Meu Pai Caminho Pr mio Liter rio Mari


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *